Últimas Notícias
Home / Aconteceu / Dia das Esposas de Pastores!
Dia das Esposas de Pastores!

Dia das Esposas de Pastores!

Neste último domingo, dia 04/03/2018, foi comemorado o dia das esposas de pastores. Algumas homenagens foram feitas, lindas homenagens prestadas pelas crianças e representantes da MCM.  Segue um comentário sobre o livro ‘Mulher sem nome’ de Nancy Gonçalves Dusilek que aborda questões sobre as esposas de pastores.

Esposa de Pastor: mulher sem nome.

Muitos na igreja nem sabem o seu nome, mas a identificam como a ‘esposa do pastor fulano’. São mulheres cheias de vida, sentimentos, sonhos, TPM e aborrecimentos como qualquer um.

São mulheres guerreiras, que abrem mão de seus sonhos para acompanharem seus respectivos maridos na jornada da fé. Mas ainda assim, há quem as julgue:

-Nossa! Já faz uns três cultos que a esposa do pastor não aparece na igreja. Misericórdia!

-Deus do céu! Você viu a roupinha que a esposa do pastor tá usando hoje?

-Hum… A esposa do pastor estava com uma cara tão feia, acho que é por isto que ele estava bravo esta noite.

E assim vai…

A esposa do pastor, além de ‘não ter nome’, também perde a liberdade. São de poucas amizades e de muitas obrigações. Você pode pensar: mas foi ela quem escolheu casar com um pastor. É verdade. A maioria dos maridos já estava no ministério quando se casaram. Já eram pastores ou caminhavam para. E a mulher já sabia também, que não o teria ao seu lado em todos os momentos, e mesmo assim, não desistiu!

Só por este motivo, nós devíamos aplaudi-la e amá-la mais, ao invés de criticarmos, de nos distanciarmos ou até mesmo de desprezá-la.

Imagine-se esperando por alguém que nunca tem hora pra chegar… Assim é a vida da esposa de um pastor.

Você ama o seu pastor, não ama?

Então! Ame a família dele também, a esposa, os filhos. Pois enquanto ele está na igreja, na cruzada ou no congresso; nos alimentando, ensinando, orientando e exortando através da Palavra do Senhor, tem uma esposa que o aguarda em casa esperando por um abraço, e um filho, uma filha, ou quem sabe ambos, acordados aguardando um beijo de boa noite do papai.

Comentário de Sheila Bastos sobre o livro ‘Mulher sem nome’ de Nancy Gonçalves Dusilek que aborda questões sobre as esposas de pastores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*